Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dourado amolece e perde a liderança

por Fernando Zocca, em 26.03.10

             Pelo andar da carruagem, parece que o Dourado vai mesmo sambar. O lutador ficou sozinho, isolado, tendo contra si Dicesar, Fernanda, Cadu e Lia.

            Se ele não tivesse bobeado na prova da empreiteira em que tinha de manter uma chave pressionada num botão, ele se tornaria o líder e poderia até chegar ao final da disputa.

            O antagonismo dentro da casa chegou ao ponto em que os contatos que deveriam ser cordiais foram substituídos pela animosidade indisfarçável. Durante a tal prova, em que Fernanda faturou um apartamento no Rio de Janeiro, Dicesar, a olhos vistos, secou  tanto  o fortudo porto-alegrense, que ele realmente amoleceu a mão.

            Em seguida à  alegria expressa pela vencedora Fernanda, carregada no colo por Cadu, o lutador gaucho, tomado pela ira, esmurrou de tal forma o gramado que teria revolvido a terra. Dourado ficou tão passado que, antes de dormir aceitou, na cama, os cafunés da Lia.

            Dicesar e Fernanda combinaram, antes da formação desse paredão, que se ela fosse a líder escolheria o próprio maquiador para a disputa no cadafalso. É claro que havendo uma aliança entre Lia e Cadu, ambos apontariam o colorado para a outra vaga, e foi o que aconteceu. Você acha que o Dourado volta?

            Parece que o Dicesar seria o mais indicado a receber a simpatia do público nesse momento histórico. Seria uma compensação, uma desforra, uma auto-afirmação que viesse a consolidar o que andaria balançado.

            Olha se não for o Dicesar, é bem provável que o vencedor desta edição do programa, seja o vascaíno Cadu, que é portador de numerosas possibilidades. Há muito mais do que a simples vitória e a posse do premio de R$ 1,5 milhão, em jogo nesta luta.

            Há ideologias, crenças a serem confirmadas, pontos de vista, ressentimentos, desabafos e auto-afirmação coletiva em jogo, além do prêmio ofertado pelos patrocinadores.

            Parece que a chave sobre o botãozinho, naquela casa em que tudo é visto e sabido,  derrubou mesmo o Marcelo.   O bom nisso tudo é saber que  o ganhador não precisará vencer qualquer licitação pra levar a bufunfa.

            E daí? O que ganha você, dentre os milhões de boquiabertos e passivos espectadores, além do direito às tais espiadinhas desgastantes?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17

Os Rabos Coloridos dos Bicudos Emplumados

por Fernando Zocca, em 03.02.10

 

Nesses tempos de bicudos emplumados que assentam seus rabos coloridos nos poleiros aristocráticos, há décadas, o comércio de Piracicaba está bem devagar. Quase parando. A não ser pelo funileiro louco que enche, todos os dias, a casa do vizinho com a tinta de pintar automóveis, tudo o mais navega no maior marasmo.
As relações comerciais são muito tênues, frágeis, tímidas, desconfiadas, diríamos até que sujeitas às influências etéreas, supranormais. Um passeio pela Rua Governador Pedro de Toledo no dia 02 de Fevereiro, por volta do meio-dia, dá uma idéia da atual situação. Veja o vídeo gravado no local desditoso.
Quem, na sã consciência, consegue ainda crer nas vâs promessas do PSDB? Eu não!
 

Da cloaca dos bicudos empenados, que há dezenas de anos se assentam nos poleiros aristocráticos do lugarejo caipira, não pode sair outra coisa que não seja engodo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20

O mazute que sufoca

por Fernando Zocca, em 01.02.10

 

               Para quem não sabe o mazute é um óleo grosso, viscoso, obtido como resíduo da destilação do petróleo bruto.
                O uso dessa substância nos motores a Diesel, degrada o meio ambiente e a saúde das pessoas. O mazute é um dos responsáveis diretos pelo aquecimento global. De fato, a queima desse material na superfície terrestre, induz o aquecimento da atmosfera. O aumento da temperatura do ar leva ao derretimento das calotas polares e as imensas camadas de gelo se lliquefazem.
                Do estado líquido aquelas águas todas, que foram gelo, transformam-se, pela  incidência dos raios solares, em vapor formador das nuvens.
                A grande quantidade de chuva, que se observa nesses tempos, pode-se atribuir à precipitação da águas vindas dos polos que encharcam os morros, provocando deslizamentos, mortes,  inundando as cidades e destruindo tudo.  
                O agravamento dos problemas respiratórios deve-se também ao mazute, que rouba a saúde cardiovascular, principalmente das crianças. Não é rara a existência de cidades com déficit no setor de saúde pública. Nesses casos o atendimento à população é ineficiente.
                Pode-se perceber a presença desse elemento, nocivo à saúde humana, nos centros das grandes cidades. O mazute queimado gruda na pele, irrita os olhos, pode causar problemas nas cordas vocais, bem como desfavorece a recuperação dos portadores de câncer.
                A presença dos vapores do mazute maligno pode ser notada nas ruas onde há grande circulação de veículos. Certamente os portadores de afecções respiratórias só tem a perder com esse produto.
O mazute presente no ar, principalmente dos centros das cidades, furta a saúde das pessoas, podendo levar muitos às internações hospitalares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D