Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Injustiça Gera injustiça

por Fernando Zocca, em 22.12.10

 

                                              Teoricamente os poderes componentes da estrutura dos Estados democráticos são três. O legislativo, cuja incumbência seria a de elaborar as regras norteadoras do agir na sociedade, o executivo cuja proposta é a de praticar as ações determinadas, e o judiciário que se incumbiria de julgar as condutas havidas no meio social.

 

                    Em tese haveria independência entre essas três instituições, mas na prática não é bem isso o que acontece. Observa-se que não é incomum a obtenção da disfunção de uma entidade, ao contaminá-la nomeando correligionário.

 

                    Numa administração municipal, o prefeito teria grande poder neutralizador da câmara de vereadores, ao nomear legislador para o exercício das funções secretariais.

 

                    A hegemonia política representada pela subserviência legislativa é obtida assim, também pela inibição das funções crítica e fiscalizadora.

 

                    Em não estando o judiciário imune à corrupção, promovida pelo abuso do poder político e econômico, teria em tese, o tal prefeito, um completo domínio político no seu território.

 

                    Nesse cenário sombrio e autoritário seriam frequentes a consumação da injustiça geradora dos vários conflitos graves, conducentes a enfrentamentos físicos e até homicídios.

 

                    Os desvios das grandes fortunas públicas conseguidas com as licitações viciadas, a cumplicidade legislativa municipal e a inocuidade judiciária, seriam fatores desencadeadores dos desentendimentos e crimes de morte.

 

 

 

08/03/2010 - O vereador de Águas de Lindóia Edson Âmbar chamou de chifrudo o presidente da Câmara Municipal, Joel Raimundo de Souza, durante a sessão na cidade localizada a 170 km de São Paulo. O insulto ocorreu diante das câmeras de TV. Houve confusão e briga entre os vereadores. A Polícia Militar foi chamada para intervir na questão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54

Os vinte anos sem Zacarias

por Fernando Zocca, em 19.03.10

 

Ontem (18/03) fez 20 anos que um dos mais engraçados integrantes dos Trapalhões, o Zacarias faleceu. A morte do humorista foi a primeira baixa no grupo. A segunda ocorrida em 1994 deixou os humoristas sem o Mussum. É claro que essas ausências modificaram a estrutura da formação, mas não tiraram  a luminosidade dos artistas remanescentes.
Mauro Gonçalves, nome de batismo do Zacarias, dizia,  numa entrevista ao Globo Repórter, que se inspirou  num tipo popular de sua terra natal, Sete Lagoas (MG), para compor o personagem. “O Zacarias é um sonhador, sem muita maldade, sem malícia. É um homem comum”, contou Mauro à reportagem.
O ator era conhecido como Maurinho por familiares e amigos;  antes de entrar para a trupe, em 1974, estudou arquitetura, foi radialista e trabalhou na Praça da Alegria da TV Excelsior. Além do programa, Mauro participou de mais de 20 filmes contracenando com Renato Aragão, Dedé Santana e Mussum, tendo feito ainda, centenas de shows com a trupe.
Para relembrar Mauro Gonçalves, o Zacarias, a cidade de Sete Lagoas, planejou promover na quinta-feira (18), na Praça Tiradentes, uma exposição com fotos de quando o ator trabalhava  no Tele Teatro da Itacolomy, na década de 60. Do projeto constava a exibição de imagens raras do comediante ao lado dos atores Paulo Gracindo e Mário Lago, além dos figurinos usados por ele.
No vídeo você assiste a  performance do Zacarias ao lado do Didi, quando interpretavam “A filha do seu Faceta”.

 

Leia O Telescópio

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D