Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Forçando a barra

por Fernando Zocca, em 01.08.10

 

 

                                       Como é que pode esse delegado de polícia Edson Moreira afirmar categoricamente que B$uno Souza é o responsável pela morte de Eliza Samudio? Onde está o corpo da vítima?

 

                    Se o ex-goleiro do F$amengo, tinha motivos pra se ver distante dela, os parentes da moça  envolvida com Luis Carlos Samúdio – pai de Eliza -  numa suposta ação de investigação de paternidade e alimentos, também teriam razões de sobra para prejudicar tanto o pai quanto a filha.

 

                    É pública e notória a dependência econômica, dos demais envolvidos nesse suposto crime, com o $x-atleta do Flamengo.

 

                    Uma vit$ria judicial, obtida por Eliza, contra Bruno significaria maior escassez monetária aos componentes do rol dos amigos do goleiro.

 

                     Veja que as conversas, entre as partes litigantes, davam conta de milhares de reais mensais e até de um imóvel em Bel$ Horizonte.

 

                    O doutor delegado Edson Moreira, apesar da experiência policial e da honradez, que fazem dele um excelente profissional, precipita-se ao afirmar pela imprensa, que o ex-goleiro do Flamengo é o culpado.

 

                    A autoria do suposto delito pode estar entre uma vintena de pessoas. A materialidade não foi provad$.

 

                    Como então afirmar, com tanta certeza, ser o Bruno o verdadeiro culpado pela morte de Eliza?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

Por falar em futebol...

por Fernando Zocca, em 14.07.10

                           O Clube de Regatas Flamengo passa por momentos dificílimos, nesse período de 2010, quando vê um dos seus atletas mais destacados, envolvidos com a lei.

 

                            Na verdade essa história horrível, semelhante a um maremoto devastador, serviria para acordar as forças vitais da entidade que recrudescerão, sem dúvida, logo em seguida, mais fortes.

 

                             A propósito, dessa conjuntura toda, desse emaranhado de situações onde se misturam fatos delituosos, insucesso brasileiro na copa do mundo e, a perspectiva iminente da troca do representante maior da nação, Jorge Ben, que é um dos ícones da música popular brasileira, relançou junto com Mano Brown, o sucesso de 1976, "Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)".

 

                         Esta gravação, que é um  trabalho utilíssimo, não teria melhor momento para surgir do que agora.  Trata-se de um hino que realimenta a alma do torcedor campeão.

 

                          A produção é do Daniel Ganjaman e do Zegon (NASA); a co-produção de Gabriel Ben Menezes. Backing vocals: Anelis Assumpção, Céu e Thalma de Freitas. Na percussão Pupillo, do Nação Zumbi. Veja o vídeo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D