Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O jeito petista de governar

por Fernando Zocca, em 07.09.10

                      Antes de iniciarmos a nossa matéria de hoje queremos parabenizar o portal SAPO pelo aniversário. São quinze anos a serviço da inteligência e cultura portuguesa na Internet.

 

             Dito isso, sigamos em frente.

 

              Essas discussões inócuas, sobre os problemas na Receita Federal, que não prejudicaram a ninguém, não deveriam ocupar tanto espaço midiático.

 

             A tentativa do PSDB de asfixiar a vitalidade juvenil petista, atraída pelo mau caratismo opressor, a esse quarto longínquo e periférico, só pode revelar as más intenções contidas num crime premeditado.

 

             Meu amigo Rubens é quem estaria certo. Pra ele “tinha que pegar o agente dessa maldade sufocante e aplicar-lhe as penas cabíveis”, disse-me na semana passada, num encontro diante do balcão da pastelaria, no mercado municipal.

 

             As acusações injustas assemelham-se àquele ato que desvia a vida de uma pessoa jovem; tanto a imputação de crime quanto o assassínio devem ser punidos; se não o forem desencadeariam avalanches semelhantes.

 

             Essa tentativa de estrangulamento, promovida por agentes peessedebistas, demonstraria a impotência eleitoral vergonhosa, diante da qual não vislumbraram outra saída, que não fosse o delito cometido.

 

             Pode o meu nobilíssimo leitor notar que não é crime o acesso aos dados dos contribuintes, na Receita Federal, por pessoas investidas dessa função.

 

             Mas dizer publicamente, que as atitudes praticadas são ilegais e apontar os supostos responsáveis, indica a má fé de quem o faz. O objetivo dessa denunciação caluniosa é tentar manchar a honra do partido que se destaca na preferência do eleitorado.

 

             Desmerecer o outro, justificar a própria incapacidade com os supostos vícios do adversário, seria uma sentença condenatória inapelável para quem não tem tantas propostas exequíveis e nem satisfatórias à população.

 

             Essa forma obscura, opaca e confusa de conduzir, inserida no programa partidário do PSDB, é que garante o sucesso do jeito petista de governar.

 

             Agora veja no vídeo abaixo, alguns momentos da caminhada que o candidato do Partido dos Trabalhadores, ao governo do Estado de São Paulo, Aloízio Mercadante fez no bairro da Saúde, na segunda-feira, (06/09).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

Mercadante recebe o apoio das lideranças sindicais

por Fernando Zocca, em 03.09.10

                O senador Aloízio Mercadante, candidato do Partido dos Trabalhadores, ao governo do Estado de São Paulo, participou ontem (quinta-feira 2/9), de um encontro com sindicalistas, ocorrido na capital.

 

                No transcorrer do evento, Mercadante recebeu das lideranças, o documento Agenda da Classe Trabalhadora, que denuncia a ausência de negociação e o descaso do atual governo do estado, nas áreas da educação e saúde.

 

                “Eles esperam um governador que governe com o coração, que entenda o problema dos trabalhadores e olhe, principalmente, para a qualidade das políticas públicas, da educação dos seus filhos”, disse o candidato numa entrevista à imprensa.

 

                Mercadante assumiu o compromisso de atender as demandas apresentadas “fazendo o melhor para todos”, garantindo que valorizará os professores e melhorará a qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde. “Porque a saúde pública ainda é muito deficiente. Os trabalhadores ainda sentem muita deficiência quando precisam fazer uma cirurgia ou um exame de especialidade”, disse ele.

 

                 Além da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que promoveu o evento, participaram também a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), o PMDB Sindical, a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB-SP), a Força Sindical, a Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST-SP), o Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a União Geral dos Trabalhadores (UGT-SP).

 

                Os candidatos ao senado Netinho de Paula (PCdoB) e Marta Suplicy (PT), também participaram do evento e assumiram o compromisso de defender, no Congresso Nacional, a luta dos trabalhadores. Mercadante destacou a importância de eleger pela primeira vez, um negro e uma mulher, para o Senado pelo Estado de São Paulo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D