Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Equívoco do Crítico

por Fernando Zocca, em 23.02.10

 

Por Fernando Zocca
 
              Pois é, o sujeito não descansou enquanto não meteu o pau no prefeito, dizendo pra todo mundo que ele havia furtado 45 ambulâncias. O queixoso foi às rádios, aos jornais, pichou muros, distribuiu panfletos, e fez até comícios.
         Ele não se alimentava mais corretamente, não dormia, quase não tomava banhos e já se relacionava mal até com a esposa.
         No bar ele só tinha aquele assunto: “o prefeito tinha mesmo se envolvido com as ambulâncias; portanto deveria ser processado e, se apurada a responsabilidade, punido”.
         Nos bares todos os bêbados, quando notavam a presença do  queixoso, já sabiam que ele falaria do prefeito e suas ambulâncias. Por isso mesmo procuravam disfarçar simulando não vê-lo quando entrava nos botecos.
         E tome discurso: “foram mais do que 45 ambulâncias. Muito mais”, dizia ele com toda a ênfase. Na verdade além desse tipo de veículo havia também a suspeita de que o alcaide  se metera com planos de saúde. E tome lero-lero.
         O blablablá era tão intenso que se formou uma comissão política na cidade com o objetivo de informar ao preclaro cidadão, zeloso das coisas públicas, que ele estava redondamente enganado. Nada a ver aquele assunto chato dele, sobre o prefeito e as ambulâncias.
         O chefe do poder executivo, conceituadíssimo, nos meios políticos tradicionais,  jamais se deixaria levar por tentações de superfaturar os preços dos tais veículos.
         A onda de convencimento do “vereador” foi tão forte e consistente que ele, no final, envergonhou-se do que vinha dizendo.
         Completamente equivocado ele prometeu que jamais repercutiria os assuntos dos quais não tivesse tanta certeza.
         Na verdade o que todos sabiam era que o respeitável homem público não tinha nenhum tipo de rolo com as ambulâncias, mas sim com as licitações fraudulentas, que objetivavam construir as famosas e desnecessárias pontes.
         Tá vendo só? Que vergonha!    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:53


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D