Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desabando forro abaixo

por Fernando Zocca, em 11.02.10

 

          Depois que se recuperou do susto levado quando Jarbas, Tendes Trame, Zé Lagartto, Fuinho Bigodudo e outros, completamente bêbados, caíram num buraco com o seu Jipe 4 x 4, Van Grogue voltou para casa.
            No dia seguinte, sentado no sofá, vendo o telejornal da tarde, ele ainda pensava no assunto quando sentiu sede. Imaginou abrir uma cerveja, mas o nhenhenhém da esposa Malu K. Grogue, não o deixava em paz.
            Ela insistia em saber tudo sobre o acontecido. Desejava conhecer os detalhes, as minúcias, pois considerava haver má intenção daquelas pessoas que teriam promovido a ocorrência.
            Foi tanta a falação que Van de Oliveira, sem desejar discutir com a mulher, inventou ter encontrado um defeito no telhado. Dizendo a ela que precisava subir para fazer reparos, pegou com carinho, a sua velha e querida caixa de ferramentas, guardando nela, de forma sub-reptícia, algumas garrafas de cerveja.
            Van encostou a escada no beiral do telhado iniciando a subida. Malu K. Grogue ficou embaixo olhando para cima.
            - Aproveita que você está ai embaixo e avisa o Zé K. Della que já mandei limpar o caminhão baú que estava lá na oficina. Tem um estofado lá dentro, se ele quiser aproveitar de novo, diga que está às ordens. – falou Van enquanto ascendia.
            - Você acha que termina esse conserto ai em cima ainda hoje? – quis saber Malu.
            - Acho que sim. Aproveita pra ligar para o homem da bigorna e daqueles macacos sagüis. Diz que o bidê não ficou bom. Ele tem que refazer o serviço. Ah, avisa o Zé K. Della que o gorducho bigodudo e o mocinho alegre, da Companhia de Luz desejam falar com ele.
            Dizendo isso Grogue subiu ao telhado, armou sua cadeira de praia e, pegando da caixa de ferramentas a cerveja que havia escondido, preparou-se para degustá-la.
            Mal tomou o primeiro gole Van percebeu que na cobertura vizinha, alguém seguia seus passos, fazendo o mesmo que ele fazia. Grogue achava aquela figura muito invejosa imitando-o em tudo. Eles trocaram cumprimentos e se admiraram por terem a mesma ideia ao mesmo tempo.
            Formou-se um silêncio semelhante a esses que ocorrem nas salas de aulas quando o mestre, conseguindo monopolizar a atenção dos alunos, mantém a classe toda como se estivesse hipnotizada.
            De repente ouviu-se um barulho horrível. Van mal podia acreditar que outro vizinho, uma figura infantil e descontrolada, ao subir também sobre as telhas da casa, pisara em falso, desabando lá de cima sobre todos que estavam em baixo absortos.
            A confusão foi geral. Um corre-corre instalou-se e a ocorrência foi registrada nos anais da história como o primeiro caso de molecagem, daquele tipo, ocorrida em Tupinambicas das Linhas, durante toda a sua existência.
            Desde a fundação da cidade até aquele momento, ninguém conseguira atravessar o telhado e o forro de um imóvel, indo parar diretamente na sala.  Isso era incrível.
            Só em Tupinambicas das Linhas e com certos habitantes, coisas daquele tipo aconteciam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:16



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D