Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Curtindo o Bom Couro

por Fernando Zocca, em 24.07.09

 

Curtume é o nome que se dá ao local onde se trabalha o couro cru com o objetivo de deixá-lo utilizável para a indústria.
 
Há muito tempo se conhece os modos de curtimentos das peles e couros. Entre eles há o da desidratação, técnica simples que utiliza algum tipo de sal. O mais comum é o cloreto de sódio, também conhecido como sal de cozinha extraído do mar. Existe também a prática química de curtimento, pela qual se usam substâncias tanantes (conservadores vegetais ou minerais) no colágeno.
 
As substâncias tanantes são extraidas de alguns tipos de cascas de árvores, que apresentam grande teor de tanino. Esta substância impede a ação dos  fungos e bactérias que degradam naturalmente o tecido animal.
 
Atualmente a substância mais utilizada pelos curtumes é o cromo III. Esta escolha se dá pela maior agilidade na prática do curtimento, barateando os custos, tornando o couro mais comerciável. 
 
As etapas do curtume  são as seguintes:
 
Salga. Nesta fase o couro é transportado, salgado e armazenado por vários dias.
 
Remolho. Neste momento retira-se do sal, e inicia-se o primeiro passo para a transformação de pele em couro.
 
Depilação. Nesta etapa utiliza-se o enxofre, em sua forma de sulfato ou sulfeto de sódio, para dissolver os pelos.
 
Caleiro. Este é o momento onde se adiciona o cal hidratado que provoca o intumescimento das peles, promovendo a limpeza entre as fibras.
 
Desencalagem. Depois da limpeza entre as fibras, retira-se o cal, e inicia-se a acidificação e o curtimento. Nesta fase utilizam-se alguns tipos de enzimas para auxiliar a retiradas das substãncias que resistiram ao caleiro, a este instante dá-se o nome de PURGA.
 
Acidificação e Curtimento. Neste momento, agregam-se aos couros uma quantidade de ácidos inorgânicos corrigindo o pH das peles acrescentando também o cromo e o alumínio.
 
Leia O Castelo dos Espíritos
R$ 28,98
http://clubedeautores.com.br
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D