Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Fazendo turismo

por Fernando Zocca, em 13.04.12

                 Nesse mundão velho de meu Deus as aparências enganam e muito. Já não existe quase nada que não seja artificial.

       Há quem diga que quando chega em casa, depois de uma jornada estafante de trabalho, retira a peruca, a prótese dentária, os cílios postiços, as unhas, as lentes de contato e o aparelhinho contra a surdez.

       Os recursos existentes hoje, para mudar uma realidade desconfortável são inumeráveis. Dentre eles você encontra um arsenal medicamentoso que lhe garantiria até a paz de espírito.

       Entretanto da mesma forma em que existe a adulteração de roupas, CDs, cigarros, calçados, peças de automóveis, alimentos, há também a falsificação dos produtos farmacêuticos, e o usuário da droga pode se complicar e muito.

       Você consegue acreditar que alguém não possa alterar dados de um site qualquer, inserindo nele dados que lhe seriam em tese, favoráveis?

       Eu já disse e torno a repetir: Nesse jogo de “pega pra capar” vale tudo: desde escutas clandestinas, cookies nos computadores, furtos de documentos e suborno. Acrescente-se a isso tudo o fato de que a eleição de prefeitos e vereadores está próxima.

       Quem é que, em sã consciência, descuidaria da própria reeleição ou de seus correligionários?

       Essas pessoas que estão há décadas na administração pública, deveriam aproveitar a fortuna conseguida, e conhecer outras localidades mais divertidas.

       Se eu tivesse a metade dos haveres amealhados por esses políticos profissionais eu lhe garanto, meu amigo leitor, que não deixaria de visitar nem mesmo a Warner Bros Studio em Londres.

       13/04/12

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D