Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Tubo

por Fernando Zocca, em 12.05.11

 

 

                     Quais seriam as diferenças e semelhanças que você notaria nas atitudes de um psicopata que, sob surto psicótico, ataca alguém à tijoladas, numa esquina, dum bairro periférico, e nas do maluco que, às escondidas, troca o tubo da sua TV (levada antes para o conserto), sacando o bom e colocando um ruim no lugar?


                    A primeira semelhança que você, meu mui nobre e querido leitor pode constatar, é a de que ambos os agentes, praticaram delitos.


                    O primeiro, o psicopata alucinado, que joga tijolos contra alguém, atenta contra a integridade física da vítima. Seu objetivo é causar lesões corporais, sejam elas de natureza leve, grave ou gravíssima.


                    O segundo criminoso, Técnico em TV, viola regra relacionada a propriedade material. O agir às ocultas, isto é, trocar o tubo do aparelho, retirando o bom e colocando no lugar um pior, assemelha-se ao furto de coisa alheia móvel.

 

                    O doente alucinado age com violência, sob os olhares de testemunhas; ameaça de morte, insulta, passa horas e horas murmurando, afogado nas mágoas indissipáveis, tentando encontrar o equilíbrio inexistente.


                    Já o segundo atua na solidão da sua oficina, sem testemunhas, no silêncio ou calada da noite.


                    O doente agressivo, com as tijoladas, busca o alívio da tensão que lhe impõe a provável cornitude, o fracasso nos negócios, o insucesso nos relacionamentos familiares ou profissionais. Ele na verdade, deseja botar pra fora aquele ódio todo contido por muito tempo.


                    Geralmente as pessoas coléricas desse tipo morrem, ou por derrames cerebrais, ou infartos no miocárdio. Se escapam dessas entidades patológicas, fenecem pelo câncer provocado pelo ressentimento.


                    O Técnico em TV que subtrai o tubo bom, colocando um já muito usado no lugar, age ou objetivando o ganho financeiro, ou procurando “castigar” o cliente.


                    Contra ambos existe a justiça, tanto a dos homens quando a de Deus.

 

11/05/2011.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D