Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Criança mimada

por Fernando Zocca, em 30.03.15

 

 

 

 

 

 

Parece-nos que, a exemplo do acontecido com D. Pedro I e Jânio da Silva Quadros, as forças ocultas laboram no sentido de fazer a presidente Dilma deixar o cargo.
Como sabemos D. Pedro I abdicou em favor de seu filho, então com cinco anos de idade, indo para Portugal, onde seu irmão Miguel ameaçava usurpar-lhe o trono.
Jânio Quadros, diante das tempestades midiáticas que seus atos administrativos provocavam, bolou o plano de renunciar achando que o povo o recolocaria no poder, calando assim a voz insistente da oposição.
Getúlio Vargas preferiu outro caminho, deixando uma carta na qual dizia sair da vida para entrar na história.
Quando as falcatruas cometidas durante o governo Fernando Collor de Mello vieram à tona, muitos disseram que ele e sua primeira dama, tentavam desde há muiito tempo, valer-se das forças ocultas obscuras, objetivando condições propícias de governo.
Na minha opinião a presidenta Dilma deve manter sua linha ilibada de conduta, mostrando-se mais transparente possível. Ela já sabe que tudo o que fizer administrativamente causará objeções da oposição.
Os escândalos durante seu governo fustigam e balançam a administração assim como as ondas e a ventania sacodem o transatlântico.
Não há como competir ou agradar a grande mídia. É uma criança mimada, chorona, contrariadíssima com o resultado da própria sorte.
Dilma deve manter a cabeça no lugar evitando atos que possam ser usados contra ela, seu partido e seu governo.
Em Piracicaba, quando o governo municipal era ocupado por petistas, contrariando a lei que proibia as construções, na área da praça central, com altura maior do que as torres da Catedral, houve a inobservância da tal norma.
O descumprimento da lei possibilitou a construção de um edifício garagem bem maior do que as torres da igreja, gerando a suspeita de que tal fato contribuiu, de forma decisiva, para a hegemonia municipal do PSDB durante tantas e tantas gestões seguidas.
Apesar de ter a certeza de que tudo o que fizer suscitará oposição dos antipatizantes, a presidenta Dilma poderia girar um pouquinho mais para estibordo o timão da sua nau.
Afinal, tradição, família e propriedade não são tão ruins assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D