Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Nação Violada

por Fernando Zocca, em 29.07.15

 

Acho uma tremenda bobagem a oposição evitar o diálogo com o governo.
É certo que o ódio, o ressentimento e todo o complexo de inferioridade, sedimentados nas ações oposicionistas, sejam barreiras obstativas pessoais que devem antes ser resolvidas.
Não dá para entender a politica do não diálogo. Como podem as forças no poder, gerir as coisas do estado, sem perceber as manifestações - invariáveis - do descontentamento oposicionista?
E não pode também o governo desejar ser amado por todos. Por mais que faça, em favor da maioria, sempre haverá um porém, um senão, aquele empecilhozinho que deveria ser evitado.
Conversar significa aqui, expor os pensamentos, os sentimentos, sobre os assuntos que mais incomodam, causadores dos tais descontentamentos.
Na minha opinião aqueles debates pré-eleitorais promovidos pelas TVs e jornais serviriam muito, já que das tribunas do parlamento, os conceitos e as ideias parecem não ser tão claros como deveriam.
Na construção e manutenção de uma democracia cada um colabora com o que tem ou como pode.
Se você alimentava 10 ou 12 blogs que incomodavam muita gente, o que faria, se fossem eles todos - para garantir o sucesso nas urnas - "fuzilados"/deletados, nas vésperas de uma eleição?
Afinal, o sucesso do seu candidato, do seu partido, não seriam mais úteis para você do que a opinião dos tais blogs perturbadores?
Entretanto ridículo mesmo seria se, depois de ocupado o poder, você visse aquele pessoal todo, por quem teve sacrificada sua produção cultural, metido nas inescusadas situações criminosas, altamente vexatórias.
Sem os blogs e sem a satisfação, que a vitória do seu candidato lhe proporcionaria, você veria que só perdeu com essa situação toda.
Reparar a honra de uma nação violada pode não ser assim tão fácil; mais tranquila seria a restituição de todos os bens utilizados, por seus colaboradores, na construção de um governo altamente condenável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:29



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D