Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mãe gentil

por Fernando Zocca, em 06.11.13

Brigas constantes, discussões intermináveis, reclamações e queixas sobre atitudes opressoras, dos mais fortes contra os mais fracos realçariam os lares onde a atenção para a adoração religiosa seria bastante frágil. 
Nestas formações não seria incomum a tentativa da manutenção da coesão interna familiar com a eleição de um inimigo ou adversário externo.
Entretanto quando esta política é frustrada, toda aquela agressividade voltar-se-ia para dentro, isto é, contra os componentes do grupamento tumultuado.
Perceba que seriam as reações do "inimigo" de fora as verdadeiras alimentadoras da coesão do tal grupo habituado a agredir. 
Na dinâmica interna do ajuntamento agressor, a submissão, o controle e a obediência incondicional seriam indispensáveis, sob pena das consequências gravíssimas como tempos de azar sem fim. 
Desta forma, os adolescentes ou pré-adolescentes que deixariam de cumprir as determinações ditatoriais sofreriam ameaças e castigos severos que poderiam ser os do empobrecimento e da indigência. 
Na verdade, num grupamento familiar deste tipo, nota-se a carência educacional. 
O contato com jornais, livros e noticiários das rádios e TVs limita-se pela escassez do vocabulário, obstáculo impeditivo da diluição da pertinácia, da obsessão danosa.
Na teima patológica observa-se o ressentimento, gerador muita vez, do falso testemunho, elemento básico da "prostituta das provas" no judiciário.
Não poderia o "carente vocabular" compreender a remissão das faltas daqueles que  contra ele infringiram, e o indulto das suas próprias, pelo Criador.
Educação, instrução básica, é o que falta para que haja o fortalecimento da cortesia, da tão necessária civilidade.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:09



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D